quarta-feira, 18 de junho de 2008

VISTOS




Nada disso de fazer pose de cidadão do mundo, de ser mochileiro-cabeça, viajante globalizado e descolado sem ter antes enfrentado uma série de requisitos legais para iniciar sua jornada. Cada país tem uma série de exigências para abrir suas portas ou chutar o viajante fronteira afora. A Inglaterra é tida como um dos mais exigentes paises a receber visitantes. Por isso, nada de querer dar uma de espertinho por aqui, tentar chegar como turista, que só tem permanência legal por 6 meses e ir ficando de mansinho. Aqui, o lance é cumprir as regras, otherwise...

Há diferentes tipos de vistos que podem ser concedidos aos visitantes de UK: Estunte, proissional altamente qualificado, dependente de membro da Cominidade Européia... Cada um deles tem seu requisito. Para obter meu Family Permit, precisei da ajuda de um agente (Gê, da UK Brasil). Foi necessário responder em inglês a um questionário de umas 100 perguntas, providenciar uma série de documentos originais e xerox (certidão de casamento, carta-convite da Universidade, endereço comprovado no Reino Unido, 3 cópias de meu passaporte atual, 1 cópia autenticada de todas as folhas do passaporte do EEA National, extratos bancários dos 6 últimos memses dele, comprovação da Bolsa, passaportes anteriores meus, fotos do casamento, xerox do cartão de crédito internacional, comprovantes de endereço, putz... Um monte de coisa. Tudo acompanhado do doc. original. Depois, tive que marcar uma entrevista no Centro de solicitação de Vistos (na Alameda Santos), onde apresentei tudo e tirei fotos e registrei minhas digitais. Com toda papelada em mãos, fui ao Correio e despachei tudo para o Consulado Britânico do RJ. O total de cada gasto somou uns R$ 30,00 de correio, mais uns R$ 600,00 pela assessoria no visto, mais uns R$ 70,00 de cartório, uns R$ 30,00 em xerox... E umas 3 semanas de dor de cabeça.

Uma semana depois, recebi em casa um comunicado do correio para retirar meus docs. Fui torcendo para o pacote estar leve, o que significaria que consegui o visto. Se estivesse pesado, poderia ter recebido uma recusa, pois eles anexam muitas folhas justificando a razão para negar o pedido; geralmente a falta de docs, que pode ser corrigida após o reenvio dos docs faltantes).

Bem, uma etapa cumprida... Aconselho fortemente a buscar ajuda de um profissional para pleitear um visto, porque é um trabalho extremamente chato e burocrático.

Links para saber mais sobre Vistos:

https://www.visainfoservices.com/Pages/Content.aspx?tag=Welcome_Page&language=6

http://www.britishembassy.gov.uk/

http://www.visa4uk.fco.gov.uk

http://www.superpage.co.uk/vistos

http://www.ukhelp4u.co.uk/

http://www.ukbrasil.com/

Um comentário:

Julim disse...

Muito bem, mocinha... logo vou experimentar umas coisas assim... no canadá! Só espero que não seja tão complicado.